Quando o rebranding é necessário

Quando o rebranding é necessário

Mudança de logomarca pode revitalizar imagem.

A decisão da mudança da logomarca da Braskem, indústria petroquímica, veio após o envolvimento da controladora Odebrecht na operação lava-jato.  A empresa anunciou em agosto que passará a adotar uma nova marca para “dar início a uma nova fase”. A cor vermelha da Odebrecht foi substituída pelo azul e amarelo.

Fernando Musa, Presidente da Braskem, afirmou que o novo logotipo busca “expressar características como resiliência, foco e transparência”.

“O símbolo utilizado remete à letra “B” e dá forma a uma seta, indicando a estratégia da empresa orientada ao futuro. A aplicação das cores azul e amarelo buscam representar a aspectos como abrangência global, foco em sustentabilidade e a força das relações humanas”, destacou em matéria publicada no G1.

O fato é que o rebranding é necessário quando a marca não representa mais o posicionamento da empresa no mercado ou quando existe uma imagem negativa associada a empresa. Esse foi exatamente o caso da Braskem.

Existem outras situações que motivam o rebranding, como no caso de empresas que passam por processos de fusões ou que têm uma mudança de público, que mudaram o seu porte ao longo dos anos ou mesmo as que já estão com uma marca desatualizada para os padrões contemporâneos.

Avalie se esse é o seu caso e procure um profissional especializado que entenda do assunto. Existem diversas técnicas disponíveis que fundamentam o processo de rebranding.

Por Geiza Mesquita

www.geizamesquita.com.br