Empresa de Consultoria prevê 2,5 milhões de aparelhos conectados na América Latina até 2025

Empresa de Consultoria prevê 2,5 milhões de aparelhos conectados na América Latina até 2025

Os dados foram apresentados pela 5G Americas e apurados pela consultoria Frost & Sullivan e revelaram que em 2025, a projeção é que a região tenha 2,5 bilhões de dispositivos (smartphones e outros devices) conectados, sobretudo por conta da conectividade móvel, do big data e da internet das coisas (IoT). A pesquisa também revelou que o PIB da América Latina chegará a US$ 7,3 trilhões, liderado pelo Brasil e México, com 45% do montante. O ecossistema móvel deve fazer parte considerável desse volume, com US$ 360 bilhões no período.

Para quem trabalha com redes sociais, imagina-se um grande campo a explorar com os dados apresentados na pesquisa, com destaque para os números que revelam a maior penetração de internet, dispositivos conectados e de usuários.

Com informações do Meio & Mensagem.

Redes sociais são o principal canal para mais de 80% dos profissionais de comunicação latino-americanos

Redes sociais são o principal canal para mais de 80% dos profissionais de comunicação latino-americanos

Para 39% dos profissionais ouvidos na pesquisa, os principais desafios enfrentados pelo setor são a revolução digital e a web social

O Latin American Communication Monitor 2016-17 (LCM), estudo sobre o cenário dos profissionais da comunicação na América Latina, concluiu que para 83% dos profissionais do setor, as redes sociais são os canais mais importantes para a gestão da comunicação.

A amostra reuniu 2.295 profissionais de 17 países. Para 39% dos profissionais ouvidos na pesquisa, os principais desafios enfrentados pelo setor são a revolução digital e a web social, enquanto para 37% deles, os desafios estão na utilização de big data e dos algoritmos.

Apenas 17% dos departamentos e agências de comunicação latino-americanos implementaram big data para o monitoramento de audiências e centralização de conteúdo. Por outro lado, 64% dos profissionais valorizam positivamente o papel das agências de comunicação na implementação e dinamização dos novos canais de comunicação.

Além das aptidões e das competências destes profissionais, o LCM realizou uma análise referente aos salários do setor. Uma das principais conclusões é que 75% dos profissionais na América Latina recebe um salário inferior a US$ 30 mil anualmente. Países como Bolívia, Honduras, Paraguai e Venezuela destacam-se por apresentarem salários inferiores à totalidade dos pesquisados.

Os dados do LCM serão apresentados na íntegra na I Cúpula Ibero-americana de Comunicação Estratégica, CIBECOM’17, que será realizada em Miami nos dias 5, 6 e 7 de abril. No evento, serão abordados temas como as principais tendências da comunicação corporativa nos países ibero-americanos, a importância da construção da reputação das organizações e como a sustentabilidade e a transparência contribuem para a sua gestão.

A Cibecom é uma iniciativa da Fundacom, fundação constituída pelas 12 principais associações de profissionais de comunicação ibero-americanas, que tem o objetivo de valorizar a função da comunicação nas línguas espanhola e portuguesa no mundo.

O LCM visa a pesquisa acadêmica e a prática profissional. Organizada pela Euprera, (Associação Europeia de Pesquisa e Educação de Relações Públicas, da sua sigla em inglês) com o apoio da Dircom, é uma das iniciativas conduzidas pela Fundacom e patrocinada pela LLORENTE & CUENCA. O estudo foi realizado por 14 universidades, sob a direção da dra. Angeles Moreno da Universidade Rey Juan Carlos (Espanha) e do dr. Juan Carlos Molleda da Universidade de Oregon (Estados Unidos).

A Euprera é a entidade acadêmica e de pesquisa referência para o setor da comunicação na Europa. Além do LCM, a organização realizou o European Communication Monitor e o Asia-Pacific Communication Monitor, sobre as tendências na gestão da comunicação nas regiões da Europa e Ásia-Pacífico.

Fonte: Executivos Financeiros

Novidade pode revolucionar o mercado para grandes corporações editoriais no Brasil

Novidade pode revolucionar o mercado para grandes corporações editoriais no Brasil

Essa semana fui surpreendida com a matéria da Pyr Marcondes, publicada no Meio de Mensagem, sobre os softwares que automatizam a produção de notícias. Ela explica que dois dos principais jornais dos Estados Unidos já o estão utilizando para a produção de notícias.  A novidade foi apresentada em dois painéis sobre a automação do jornalismo no festival de tendências, South by Southwest, que acontece em Austin, Estados Unidos. O software se chama WordSmith e está disponível por U$ 1 mil dólares mensais.

Fonte: Geiza Mesquita, em 17/08/2017

 

 

Demita seus jornalistas que meu software resolve pra você


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/geiza/public_html/wp-includes/functions.php on line 3818

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/geiza/public_html/wp-includes/functions.php on line 3818